COVID-19: Como higienizar suas joias na pandemia



O que é ouro 18k?

Postado por Amanda De Nardi em

4min de leitura. Texto de Sofia Couto. 

Amanda De Nardi Joias Ouro 18k QuilateDetalhe: carimbo "18" em uma joia de ouro 18k. Fonte: Site Lang Antiques.


A joalheria nos entorpece com seus mistérios. Não raro, o mesmo material que nos encanta também nos confunde. Afinal, o que é ouro 18k? O que é um quilate exatamente? Qual a diferença entre ouro amarelo, ouro branco e ouro rosa? Todos eles são ouro 18k?

Vamos te contar tudo, mas já fica a dica: entre a preciosidade e a variedade, o ouro escolheu as duas.

Quilate (k)

Antes de qualquer coisa, é importante esclarecer o que é um quilate.

Para medir o nível de mistura de outros metais com o ouro, criou-se a medida quilate (k), cujo nome pode ser facilmente confundido com o quilate (ct) usado para pesar gemas - conhecidas também como pedras preciosas. Parece uma piada de mau-gosto, né? Mas sim, os nomes são iguais, então atente-se aos símbolos. O quilate simbolizado pelo“K” é uma medida que marca 1 parte de ouro para cada 24 partes de metal. Logo, o ouro mil (24K) tem 24 partes de ouro para cada 24 partes de metal. É possível fazer misturas, com diferentes metais e proporções, sendo mais comuns as ligas 18K, 14K e 10K.

 

Amanda De Nardi Joias Ouro 18k Quilate

Ouro 24k ou Ouro Mil

O ouro puro, feito 99,9% do mesmo metal, é comumente chamado de ouro mil ou ouro 24K. Ele costuma ser usado como reserva de capital, normalmente em lingotes e barras, que são usualmente encontradas em cofres e bancos. Muito dificilmente seria possível encontrar esse material em uma joalheria, visto que, quando não ligado a outros metais, este material é muito macio e não é apropriado para produzir joias, tendo em vista que elas poderiam se deformar com facilidade. Por isso, tornou-se praxe na joalheria misturar o ouro a outros metais, para lhe tornar menos maleável e mais adequado ao uso cotidiano.

Lingotes de 1.00kg de ouro mil (99,9%). Fonte: Site Diamond Buzz (divulgação livre).

Ouro 18k

O ouro 18K (também chamado de ouro 750) é amplamente utilizado no Brasil e na Europa, assim como pela maioria das joalherias tradicionais espalhadas pelo mundo. Além da adequação mecânica, o ouro 18k é uma liga hipoalergênica e que sofre pouco com a oxidação, mantendo sua cor e brilho por anos a fio. Esta liga se tornou a “queridinha” da joalheria porque os 6 quilates (ou seja, os 25% de metais presentes na liga que não são ouro) já bastam para tornar a liga adequada à fabricação de joias e, ainda assim, manter uma alta quantidade de ouro na composição e com isso, suas propriedades. Portanto, a regra é: em todo ouro 18K encontra- se: 75% de ouro e 25% de um ou mais metais. Estes 25%, por sua vez, influenciam a cor e outras propriedades da liga metálica. 

 

Amanda_De_Nardi_Joias_Online_Ouro_18k

 

Ouro Amarelo, ou apenas Ouro 18k

O ouro amarelo 18K é a liga mais famosa da joalheria, principalmente por preservar, com relativa fidelidade, a cor original do ouro: um dourado reluzente, inconfundível e não encontrado em nenhum outro metal. Essa liga normalmente é feita de 75% ouro mil, 12,5% de prata e 12,5% de cobre, mas essa proporção pode variar de acordo com o saber-fazer local e a cultura da empresa.

Ouro Branco 18k

Quando prateada, a liga de ouro 18K é chamada de ouro branco e pode ser facilmente confundida com outros metais preciosos, como a prata e a platina. Comumente, sua composição é feita de ouro, paládio e prata. Uma curiosidade sobre essa liga é que sua verdadeira tonalidade tem reflexos amarelos, parecidos com o ouro champanhe, e a joia precisa ser banhada em ródio para ficar com o acabamento prateado e seu esplendoroso brilho cinza-esbranquiçado.

Ouro Rosa ou Ouro Rosé 18k

O ouro rosa 18K é a liga de ouro que tem reflexos acobreados. Assim como o ouro amarelo 18k, essa liga é composta por ouro, prata e cobre, mas aqui a proporção de cobre em relação à prata é bem maior, sendo normalmente: 75% ouro, 20% cobre, 5% prata. O brilho dessa liga é encantador e bastante delicado. Dentre as ligas de ouro 18K, essa é a que está mais suscetível ao processo de oxidação, podendo haver a redução do brilho da joia mais rapidamente do que em relação a outras ligas 18K.


Amanda De Nardi Joias Ouro 18k Amarelo Branco Rose
Alianças em ouro rosa e ouro amarelo 18K, da Coleção T da Tiffany & Co.

Ouro Champanhe, Vermelho, Verde ou Negro... 18k

A liga de ouro 18K pode ser encontrada em diferentes tonalidades além das acima citadas: o ouro champanhe é uma opção linda e neutra, e há também os raros ouro vermelho, ouro verde e ouro negro. Outra variedade encontrada é o ouro 18K banhado a ródio negro: o acabamento é reluzente e com reflexos cor de grafite, uma opção bastante comercial e admirada.

Ouro é sempre ouro

Independente da liga, o ouro é sempre o ouro, mas nunca é apenas ouro.

Pode até ser que, para os olhares tradicionalistas, o ouro só se valha como ouro quando está em sua famosa cor dourada. Pode ser também que, aos olhares iniciantes ou furtivos, o ouro não seja percebido como tal quando reluz em reflexos prateados ou acobreados. E, ainda pode acontecer de alguém só encontrar beleza no ouro depois de levar a joia em um especialista, fazer um teste e ganhar um certificado.

A verdade é que a variedade de pontos de vista é quase tão vasta quanto as tonalidades que o ouro pode assumir. A preciosidade pode se esconder sob diversas cores, senão sob todas, mas nem sempre assim as enxergamos.

A proposta, e talvez a solução, seja amplificar o campo de visão, aprender a enxergar as cores e deixar de ver o mundo em preto e branco. Depois, quando aprendemos a nos vestir com novos tons, a brincadeira não tem fim.

Para quem já chegou lá, pode ser que a escolha seja monocromática. Afinal, a unidade faz a variedade, e não há mal em ter uma cor favorita: como já cantava Cyndi Lauper, todos temos nossas true colors.

 





Sofia Couto é designer de joias, 
ilustradora científica por vocação 
e leitora por paixão.
 
 
Leia também: